Publicado em 17/09/2014 às 14:14:21 - Atualizado em 17/09/2014 ás 14:19:00

 

Levantamento da CPRM vai ajudar Itaquá a buscar recursos para enfrentar as chuvas

 

O prefeito de Itaquaquecetuba, Dr. Mamoru Nakashima, recebeu nesta quarta-feira (17) um detalhado relatório sobre as áreas de risco existentes na cidade. O levantamento foi entregue por pesquisadores da CPRM (Companhia de Pesquisas e Recursos Minerais), o Serviço Geológico do Brasil. Durante o encontro, o chefe do Executivo e os geólogos falaram sobre a atual situação do município e a adoção de medidas de prevenção para o período das chuvas.

Itaquaquecetuba foi uma das 800 cidades, entre 5,5 mil no país, a ser escolhida para receber o trabalho do Serviço Geológico. Os pesquisadores percorreram a cidade durante aproximadamente um mês e fizeram o levantamento de 31 áreas de risco. Elas foram dividas em duas categorias, de acordo com o risco: as que podem sofrer inundações e as que correm risco de deslizamento.

“É um levantamento bastante detalhado e que ajudará bastante a cidade a se prevenir contra os prejuízos causados pelas chuvas”, afirmou a geóloga da Companhia, Carla Moraes.

O prefeito ressaltou a importância do levantamento. E lembrou que um dos motivos para a cidade ser contemplada com o trabalho do Serviço Geológico é o fato de fazer parte dos programas nacionais de prevenção a catástrofes.

“Uma pesquisa como esta custa muito caro, e conseguimos junto a CPRM esse trabalho de pesquisa a custo zero para a cidade, e que será muito importante para avaliarmos as áreas de risco do município, e consequentemente tomarmos providências para evitarmos problemas no período de chuvas”, declarou.

Além de tomar ciência da real situação das áreas de risco, o documento entregue pelo CPRM, poderá ser utilizado para que a cidade pleiteie recursos do governo estadual e federal para que possa investir em projetos contra enchentes, por exemplo.

Mamoru comentou sobre sua preocupação, com relação às áreas de risco. “Em alguns meses inicia-se a temporada de chuvas. Estamos nos preparando para que possamos enfrentar esse período com a menor quantidade de transtornos possíveis”, finalizou o prefeito.