Publicado em 30/11/-0001 às 00:00:00 - Atualizado em 30/11/-0001 ás 00:00:00

 

Prefeitura vistoria mais de 6 mil imóveis para combater o Aedes Aegypti

 

Como parte das ações da campanha “Todos contra o Aedes Aegypti”, a Prefeitura de Itaquaquecetuba, por meio da Secretaria Municipal de Saúde realizou durante o mês de novembro três mobilizações com direito a visitas a casa a casa para combater o mosquito, que é responsável pela transmissão de doenças como dengue, chikungunya, zika e também a febre amarela. 
As atividades foram realizadas nos últimos sábados (dias 11,18 e 25) por 13 equipes de agentes comunitários. Ao todo 6.268 imóveis foram visitados nas regiões do Jardim Josely, Maragogipe, Jardim Miray, Jardim Paineira, Jardim Califórnia, Parque Scaffid, Horto do Ipê, Marengo, Pequeno Coração, Louzada, Jardim Odete, Parque Maria Rosa, Nossa Senhora das Graças, Vila Japão, Vila Sônia e Recanto Mônica. 
De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, os profissionais da saúde passaram nas casas fazendo vistorias e informando a população sobre os riscos de deixar água parada. 
Durante os mutirões, os agentes visitaram os comércios para fazer as orientações, distribuírem panfletos e verificarem a existência de possíveis criadouros do mosquito, assim como é feito nas residências. As mobilizações além de impedir a proliferação do mosquito, têm como foco chamar a atenção da população para o problema, tendo em vista que o combate ao mosquito é umas principais formas de evitar doenças como dengue, chikungunya, zika e também a febre amarela.
Ao longo do ano, a Secretaria de Saúde também tem promovido diversas palestras e oficinas educativas nas escolas, nos seis Centros de Referência da Assistência Social (CRAS), bem como encontros com lideranças comunitárias para falar sobre o assunto. 
Na próxima terça-feira, dia 5 de dezembro, o “Comitê de Combate à Dengue e outras Arboviroses” se reunirá no período da manhã, com o objetivo de apresentar um balanço dos trabalhos e ações deste ano, visando às atividades que devem ser desenvolvidas no decorrer de 2018. 
CASOS DE DENGUE Em 2016, o município de Itaquaquecetuba registrou a suspeita 592 casos de dengue, no período de janeiro a dezembro. Desse total: 141 casos foram confirmados como autóctone (quando a contaminação acontece dentro do município) e quatro foram registrados como importados.  Este ano, o número de casos suspeitos caiu para 113 notificações. Sendo que desse total foram registrados dois casos autóctones e três importados.
CUIDADOS A Secretaria de Saúde ressalta que a participação e apoio da população para que os casos de dengue não voltem a subir é fundamental. Para isso a pasta informa que medidas simples devem ser adotadas no dia a dia. Por exemplo: lavar diariamente com bucha e sabão os recipientes de água dos animais; colocar areia nos pratinhos dos vasos ou então lavar pelo menos uma vez por semana os mesmos; manter a caixa d’água e ralos tampados, deixar as garrafas viradas para baixo, ou seja, impedir qualquer acúmulo de água parada.