Publicado em 30/11/-0001 às 00:00:00 - Atualizado em 30/11/-0001 ás 00:00:00

 

Campanha distribui mais de 330 mil preservativos na Prefeitura de Itaquá

 

Oferecer proteção para homens e mulheres fora dos serviços de saúde. Esse é o principal objetivo da campanha “Mulheres contra AIDS”, que consiste na distribuição gratuita e em grande escala de “camisinhas” masculinas e femininas, bem como de gel lubrificante, por meio de um display colocado em pontos estratégicos da cidade. 
A ação é realizada pelas Secretarias Municipais de Políticas para Mulheres e de Saúde – por meio da Vigilância Epidemiológica, do Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) e do Serviço de Assistência Especializado em HIV/DST/AIDS-, e visa à prevenção e o combate a doenças sexualmente transmissíveis. 
No primeiro semestre mais de 150 mil preservativos foram distribuídos por meio dessa iniciativa. Nesse período, o display passou pelo hall da Prefeitura, pelas estações de trem Aracaré, Manoel Feio e Itaquá. Já entre agosto e novembro, a campanha distribuiu quase 186 mil “camisinhas” para a população, em locais como Itaquá Garden Shopping, Shibata Supermercado e Shopping Páteo Itaquá. 
Segundo a secretária de Políticas para Mulheres, Joerly Nakashima, a campanha “Mulheres contra AIDS” é uma das estratégias da gestão municipal comandada pelo prefeito Dr. Mamoru Nakashima para oferecer proteção para homens e mulheres fora dos serviços de saúde. Além disso, a escolha do tema está relacionada à importância da mulher no enfrentamento de todas as DSTs.
 “Durante toda a campanha, abastecemos o display com a frequência necessária para garantir que os homens e as mulheres da nossa cidade tenham acesso aos meios de prevenção e não corram o risco de ser contaminado por alguma doença sexualmente transmissível. É importante dizer que essa campanha tem como objetivo intensificar um trabalho preventivo que já é feito pela rede básica de saúde, mas que, através da Secretaria de Políticas para Mulheres, temos intensificado por meio dessa estratégia de distribuição de preservativos”, explicou a secretária Joerly.
CAMPANHA – Criadas em janeiro de 2015, a Campanha Mulheres contra AIDS já distribuiu mais de 830 mil preservativos fora dos serviços de saúde em Itaquaquecetuba. O projeto já circulou pelo Poupatempo, pelas estações de trens de da cidade, pela Defensoria Pública, instituições de ensino, entre outros locais com grande circulação de público, incluindo supermercados.  
TRATAMENTO – No ano passado, a cidade registrou 102 casos de AIDS em Itaquaquecetuba. Esse ano, 46 novos casos foram notificado até junho. No município, o tratamento da doença é realizado no Serviço de Assistência Especializada (SAE) em HIV/AIDS, localizado na Rua Duque de Caxias, número 187 – Centro.  O horário de funcionamento do espaço é das 7h às 19 horas, de segunda a sexta-feira. 
No SAE também é oferecida testagem rápida para diagnóstico e medicamentos antirretrovirais para tratamento de doenças sexualmente transmissíveis. O telefone para mais informações é (11) 4642-7128.