Publicado em 30/11/-0001 às 00:00:00 - Atualizado em 30/11/-0001 ás 00:00:00

 

Professoras de Itaquá participam do 21º Encontro Estadual da UNCME

 

Nos dias 1 e 2 de setembro de 2017, a Secretaria Municipal de Educação, Ciência, Tecnologia e Inovação de Itaquaquecetuba (Semecti) foi representada pelas supervisoras, Aparecida Cristina Pastre e a Inês dos Santos, no 21º Encontro Estadual da União Nacional dos Conselhos Municipais de Educação (UNCME), realizado na cidade de Paulínia, São Paulo. O encontro foi norteado pelo tema: “Os Conselhos Municipais de Educação: espaços de resistência contra a retirada de direitos sociais”.
Segundo a secretária de Educação, Verônica Cosmo Barbosa, a participação de técnicos da Semecti em encontros, conferências, simpósios, cursos, capacitações, nas diversas esferas que estruturam a base técnica da educação no município. 
“É muito importante, na medida em que o município sempre busca estar sintonizado com o que ocorre no país e, nesse sentido propiciar qualidade técnica em todas as ações da educação municipal. Neste evento da UNCME a capacitação foi destinada ao Conselho Municipal de Educação, órgão importantíssimo, parceiro da Semecti que precisa estar atualizado cotidianamente,” disse a secretária.
Conforme exposto na home page da instituição, os Encontros Estaduais da UNCME é destinado aos conselheiros de educação, gestores e parceiros locais e tem como objetivo discutir temáticas nacionais no âmbito das políticas públicas relativas à garantia do direito à educação e temáticas locais que contribuam para a participação social e controle social das políticas educacionais. Neste ano de 2017 os temas comuns em todos os estados estão sendo as questões sobre a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e também Monitoramento dos Planos Municipais de Educação, em especial as metas 1, 7 e 19. Durante o evento foram tratados temas como: “Acompanhamento dos Planos Municipais de Educação: papel do conselho em tempos de resistência”, “Princípios e diretrizes que permeiam (re)organização e funcionamento dos Conselhos Municipais de Educação”, “A documentação formal e o Conselho Municipal de Educação: a elaboração de documentos eficazes no interior do colegiado”, além do Relato de experiência pedagógica através da prática do “Stop motion”.
Para a professora Cristina Pastre, o interessante em participar do encontro foi perceber “que a cidade de Itaquaquecetuba está em sintonia com outros municípios quanto às funções e a pertinência do Conselho Municipal da Educação”, além disso, segundo a professora por meio do relato de experiências dos participantes foi possível efetuar reflexões no sentido de compreender onde se pode melhorar a atuação e efetivação do CME, pontuou Pastre.
Já a professora Inês dos Santos, explicou que foi produtivo e esclarecedor participar do Encontro. “As falas dos formadores foram pontuais no sentido de convergir com os assuntos tratados nas reuniões ordinárias do Conselho Municipal de Educação de Itaquaquecetuba (CMEI). Cabe ressaltar que os questionamentos e as dúvidas elaboradas pelos participantes foram bastante elucidativas, no sentido de aprendizado,” declarou.