Publicado em 30/11/-0001 às 00:00:00 - Atualizado em 30/11/-0001 ás 00:00:00

 

Prefeitura de Itaquá distribui kits do programa “São Paulo Solidário”

 

Com o objetivo de superar a extrema pobreza e promover mobilidade social, a Prefeitura de Itaquaquecetuba - por meio das Secretarias de Desenvolvimento Social e de Desenvolvimento Econômico - em parceria com o governo do Estado deu início a entrega de kits do programa “São Paulo Solidário”. O projeto incentiva a qualificação profissional através da oferta de cursos de geração de renda e empreendedorismo. Ao final da capacitação é feita a distribuição de todo o material necessário para que os beneficiários contemplados com a iniciativa tenham a oportunidade de iniciar o seu próprio negócio.
Um total de 294 pessoas que concluíram a capacitação no primeiro semestre receberão os kits nos próximos dias, no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) em que são atendidos.
Na quarta-feira (02 de agosto), o prefeito de Itaquaquecetuba Mamoru Nakashima e a primeira dama e secretária de Desenvolvimento Social, Joerly Nakashima estiveram nos CRAS Vila Bartira e Morro Branco para realizar a entrega dos kits de manicure (estufa para esterilização, carrinho e cadeira para manicure, esmaltes, alicate, acetona, entre outros), corte e costura (máquina de costura, cadeira de costura, mesa para maquina de costura, linhas, agulhas, tesoura, tecido, etc...) e panificação (forno industrial, batedeira, liquidificador, formas, bicos para confeitar, espátulas, facas e outros).
“Nosso objetivo é fazer com que a família beneficiada, consiga gerar sua renda através dos cursos de empreendedorismo e de geração de renda, e assim se emancipar financeiramente. Além disso, essa nossa parceria com o Estado é muito importante, por contribuir para a superação da vulnerabilidade social das famílias envolvidas no programa”, explica a secretária Joerly.
Usuária do CRAS Vila Bartira, Noêmia Dias contou emocionada como foi à experiência de fazer o curso de corte e costura e ser contemplada com todo o material necessário para que ela comece a trabalhar.  “Estou muito feliz. Amo costurar. Vou poder fazer consertos e trabalhar bastante com esse presente que acabo de receber. Estou até sem palavras”, declarou.  
O prefeito Dr. Mamoru ressaltou a importância do programa “São Paulo Solidário”. “Essa parceria vai beneficiar muitas famílias. Nosso desejo é que todas façam bom uso desses materiais e utilizem para gerar renda”, disse o gestor municipal.
Na quinta-feira (3 de agosto) as distribuições dos kits tiveram continuidade no CRAS Caiuby e no CRAS Quinta da Boa Vista. Em ambos os eventos o vereador Cesar Diniz de Souza estava presente.
De acordo com a Secretaria de Desenvolvimento Social participaram da capacitação e foram beneficiados neste momento os alunos selecionados para o programa e que atingiram 75% de frequência, além de passarem por uma avaliação técnica.
A primeira etapa das entregas dos kits será concluída nesta sexta-feira nos CRAS Jardim Itaquá e Recanto Mônica. A segunda fase será com os alunos inseridos no programa e que estão já estão cursando as aulas de corte e costura, panificação, manicure, bem como jardinagem e cabeleireiro que estão sendo realizadas na Casa Aberta, Oficina Escola Karina Yamamoto, Fundo Social de Solidariedade, CRAS Caiuby e CRAS Recanto Mônica.
A gestora municipal do programa Luiza Xavier explicou que apesar de ainda ter alunos em curso que receberão os kits no segundo semestre (se atenderem todos os critérios do programa), não é possível inserir novas famílias ou participantes em nenhum dos cursos do São Paulo Solidário no município, uma vez que os beneficiários que já concluíram a capacitação e receberam os kits, assim como os que ainda estão em aula, foram selecionados pelo Governo do Estado, a partir dos dados de vulnerabilidade social disponíveis no Cadastro Único (CadÚnico), em que as famílias em situação de extrema pobreza do de Itaquá estão cadastradas.