Publicado em 30/11/-0001 às 00:00:00 - Atualizado em 30/11/-0001 ás 00:00:00

 

Itaquaquecetuba estuda novas ações de combate ao Aedes

 

Itaquaquecetuba estuda novas ações de combate ao Aedes

 

Na próxima terça-feira (14 de fevereiro) todos os integrantes do Comitê Municipal de Combate a Dengue estarão reunidos para traçar novas diretrizes de combate ao mosquito Aedes Aegypti, que transmite doenças como dengue, chikungunya, zika e também a febre amarela.  A reunião será realizada na Central da Saúde de Itaquaquecetuba, com objetivo de evitar que novos casos apareçam na cidade e a população sofra com a contaminação de uma dessas doenças por causa da picada do mosquito.
Este ano Itaquaquecetuba não registrou ainda nenhum caso de dengue. No entanto, no ano passado a Vigilância Epidemiológica da cidade notificou a suspeita 578 casos da doença - entre janeiro a dezembro. Desse total: 140 casos foram confirmados como autóctone (quando a contaminação acontece dentro do município) e 4 foram registrados como importados. 
Por meio do Comitê de Combate a Dengue de Itaquaquecetuba é desenvolvida diversas ações envolvendo todos os setores da Prefeitura no trabalho de fiscalização, orientação e combate ao mosquito.
Segundo o prefeito Dr. Mamoru Nakashima, o Comitê foi criado de acordo com as orientações da Secretaria Estadual de Saúde. “Fazemos o trabalho preventivo por meio de visitas casa a casa, palestras e orientações sobre a importância de não deixar água parada em casa”.
O município inclusive possui uma lei que permite à entrada dos agentes de saúde em residências, terrenos e empresas particulares que comprovadamente tragam riscos a população por falta dos cuidados necessários de combate ao transmissor da doença. No Comitê também são discutidas parcerias com as entidades de bairros, visando criar núcleos para ajudar na orientação.